SOMOS TODOS HUMANOS!! Movimento Negro Socialista (MNS)

O racismo é uma constante e alguns casos ao se tornarem públicos causam reações múltiplas da sociedade. O último caso que ganhou destaque na mídia aconteceu no jogo entre Villareal e Barcelona pelo campeonato espanhol no dia 27 de abril deste ano.

Na ocasião um torcedor do Villareal atirou uma banana no atleta Daniel Alves – integrante da Seleção Brasileira. Daniel respondeu o episódio racista comendo a banana e ignorando o fato ao continuar o jogo. No mesmo dia Neymar Júnior, também do Barcelona e da Seleção Brasileira, iniciou uma campanha nas redes sociais com a hashtag "#somostodosmacacos". A ideia do jogador era prestar solidariedade a Daniel Alves, esta campanha ganhou a internet com a adesão, inclusive, de personalidades públicas como Alexandre Pires e Luciano Huck.

Diante dessa situação o Movimento Negro Socialista considera importante esclarecer o que significa a campanha #somostodosmacacos: Ao contrário do que muitos podem pensar a afirmativa “somos todos macacos” não é uma afirmativa positiva, pois se baseia em anos de “pesquisas cientificas” segregacionistas que buscaram legitimar a dominação e exploração de um continente inteiro em prol do capital.

Albert Einstein já dizia: "É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito”. Assim, a campanha falseia o combate ao racismo com palavras de ordem que somente reforçam o racialismo. Afinal, não somos macacos e sim “humanos”.  Somos todos humanos e mais que isso: Somos todos iguais!! Porém, é essa igualdade que os capitalistas e seus comparsas não podem assegurar. Pois jogamos todos os dias em times opostos e representamos a maioria sofrida e oprimida pelo sistema capitalista.

Defendemos que a luta contra o racismo é uma luta que deve ser levada por toda a classe trabalhadora, independente da cor de suas faces. Contudo o oportunismo da burguesia e suas falsas idéias de democracia, disseminadas como a ideia dominante, precisam ser combatidos.

O racismo se alimenta da divisão da classe trabalhadora e fortifica a dominação de uma classe pela outra, o seu fim definitivo se torna possível quando nos unimos na derrubada do sistema capitalista. Toda tentativa de minimizar ou apagar a questão de classes nele envolta é uma busca distorcer a verdade.

A verdadeira luta contra o racismo é a luta contra o capitalismo, e é desta forma que podemos dar fim a todas as formas de opressão. Junte-se a nós nessa luta.

 

Zâmbia Ozório dos Santos.

Tags: